auto-ajuda

  • auto-ajuda,  Reflexões

    O Sabor da Vida! (crônica)

    A vida tem sabor! Nós podemos sentir o sabor da vida de acordo com os acontecimentos. Uma desilusão tem o sabor amargo, tal como um jiló. Um casal apaixonado tem o sabor doce nas papilas, que mais parece o gosto de um favo de mel. Algumas cenas da vida são tão picantes e intensas como um burrito mexicano. O bom da vida é sentir que ela se renova a cada dia, mesmo quando não acreditamos na “virada do tempo”, imaginando que todos os dias serão triste, frios e nebulosos. Escolha um sabor bem gostoso para a sua vida e aproveite-o! Para mim a vida tem o gosto de chocolate, assim…

  • auto-ajuda

    Lei do Retorno

    Havia um homem que chamava-se Fleming e era um pobre lavrador escocês. Um dia, enquanto trabalhava para ganhar o pão para a sua família, ouviu um pedido de socorro proveniente de um pântano que havia na redondeza. O Sr. Fleming largou tudo o que estava a fazer e correu ao pântano. Lá, deparou-se com um rapazinho enterrado até à cintura, gritando por socorro e tentando desesperadamente e em vão, libertar-se do lamaçal onde caíra. O Sr. Fleming retirou o rapazinho do pântano, salvando-o assim da morte. No dia seguinte, chegou uma elegante carruagem à sua humilde casa, donde saiu um nobre elegantemente vestido, que se lhe dirigiu apresentando-se como o pai do rapazinho…

  • auto-ajuda

    Só sei que nada sei (Sócrates)

    “Conhece-te a ti mesmo” era o dístico ou estrofe de dois versos, que tendo achado no pórtico do templo de Delfos, Sócrates ensinava a seus discípulos. Auto-analisa-te, diríamos hoje. Assim, através de uma análise profunda do que entendemos ser, do que queremos realmente da vida e das alternativas que podemos traçar, quando o nosso “Plano A” não dá certo, a vida flui com muito mais leveza, porque alegrias e tristezas são constantes – e devem mesmo ser – porque isso nos dá o equilíbrio necessário para enfrentá-la. Desconfio sempre da calmaria, do “mar tranqüilo” e do caminho livre. Também não creio que seja normal um eterno “mar revolto” e muitas…

  • auto-ajuda,  Reflexões

    Não tive tempo…

    Popular no diHITT Recebi esse texto de um amigo e resolvi compartilhar com vocês. Vale a pena refletir…. “Hoje, ao atender ao telefone que insistentemente exigia atenção, o meu mundo desabou… Entre soluços e lamentos, a voz do outro lado da linha me informava que o meu melhor amigo, meu companheiro de jornada, meu ombro camarada, havia sofrido um grave acidente, vindo a falecer quase que instantaneamente… Lembro de ter desligado o telefone, e caminhado a passos lentos para meu quarto, meu refúgio particular… As imagens de minha juventude vieram quase que instantaneamente a minha mente… A faculdade… As bebedeiras… As conversas em volta da lareira até altas horas da…

  • auto-ajuda

    O Anel

    Um aluno chegou ao seu professor com um problema: - Venho aqui, professor, porque me sinto tão pouca coisa, que não tenho forças para fazer nada. Dizem que não sirvo para nada, que não faço nada bem, que sou lerdo e muito idiota. Como posso melhorar? O que posso fazer para que me valorizem mais?