crônicas

Voltei…

Ainda que timidamente, como se estivesse reaprendendo a andar ou exercitar mentes e mãos, voltei a sentir vontade de escrever. Tenho andado distante dos textos, talvez por conta do contexto contemporâneo que enxergo vazio de ideias e cheio de intolerâncias. Muitas vezes me sinto no meio de um deserto de nadas. É tudo tão “eu”, que sinto falta do “nós”.

O “eu” e a tela do celular; no café da manhã, no almoço e no jantar. Olhos vidrados na tela brilhante, sem tempo para conversar com alguém de verdade, que reaja, argumente e exerça o direito ao contraditório, sem medo de ser “bloqueado” por ter sido contrariado. A geração do “mimimi” me cansa! Mimados demais, míopes que só enxergam o umbigo e midiáticos ao extremo da ostentação! Onde foi que erramos, eu sempre me pergunto.

Erramos, sim. Demos muito e cobramos pouco. Esquecemos de ensinar valores e respeito como se a juventude fosse eterna ou morrêssemos todos jovens, como Kurt Cobain, Janis Joplin ou Amy Winehouse, todos aos 27 anos.

Tenho 5 filhos com idades entre 10 e 32 anos e sei bem do que falo. Não é fácil educar e quem disse que seria? Se você não educa alguém adota. Daí….

Eu prometo pegar mais leve se esse tema lhe incomoda. Posso também falar de poesia, de flores ou amores. Fica então para a próxima.

3 Comentários

  • Jackie Freitas

    Estou muito feliz pela notícia! Também tenho enfrentado essa “crise”… Tempos e tempos sem vontade alguma de escrever. Outro dia disseram que isso se chama “bloqueio criativo” ???? Estou bloqueada mesmo… Mas, você agora me inspirou, meu amigo! Sinal de que há esperanças ainda nesse mundo tão cheio de mimimis. Assino embaixo e estamos juntos! Grande beijo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.