auto-ajuda,  Reflexões

O Sabor da Vida! (crônica)

A vida tem sabor!

Nós podemos sentir o sabor da vida de acordo com os acontecimentos. Uma desilusão tem o sabor amargo, tal como um jiló. Um casal apaixonado tem o sabor doce nas papilas, que mais parece o gosto de um favo de mel. Algumas cenas da vida são tão picantes e intensas como um burrito mexicano.

O bom da vida é sentir que ela se renova a cada dia, mesmo quando não acreditamos na “virada do tempo”, imaginando que todos os dias serão triste, frios e nebulosos. Escolha um sabor bem gostoso para a sua vida e aproveite-o!

Para mim a vida tem o gosto de chocolate, assim como cantava o saudoso Tim Maia:

“Chocolate! Chocolate! Chocolate!
Eu só quero chocolate
Só quero chocolate
Não adianta vir com guaraná
Prá mim é chocolate
O que eu quero beber…”

[slideshow]

8 Comentários

  • Jackie Freitas

    Olá meu querido amigo!
    Que coisa mais deliciosa é essa degustação de chocolate! As crianças são ótimas nisso! Expressam com tanta naturalidade esses sabores da vida. Uma pena que algumas pessoas crescem e deixam o doce dela esquecido no passado. Vivem apenas a amargura e é só isso que passam aos outros.
    Vou pegar essa receita deliciosa com seu filho, hein? Muito fofo!
    Grande beijo, meu amigo!
    Jackie

  • Herval

    Querida amiga Jackie!

    Você é mesmo a minha melhor intérprete. É exatamente isso que procurei dizer. Existe escondido dentro de cada um de nós essa “criança” que desavergonhadamente saboreia uma tigela de chocolate e se lambuza feliz aproveitando sem nenhum pudor o sabor e o prazer que ele proporciona. É preciso um pouco de esforço para resgatar esse sentimento de querer aproveitar a vida e viver com prazer e alegria. Tristezas são inevitáveis. O que podemos fazer é escolher ser feliz.

    Beijo no coração com sabor de chocolate!

    Herval

  • Jucifer

    hahaha q coisa mais fofa !!!!!!!!!!!

    nossa odeio chocolate
    como criança pode gosta tanto disso tchê
    ain ovo querer viver o lado doce da vida com adoçante ekaaaaaaaaaaa naum adoçante é ruim
    bah odeio doce como ovo viver o lado doce da vida
    acho q vou ficar com os burritos picantes hehe

    bjim grande guri Herval
    adorei ver o nanico fantasiado de chocochoco hehe
    oooooooooo bagunça boa !

  • Diego

    Amigo Herval
    Tem muita gente precisando de um chocolate para adoçar a vida e largar a mão e tirar o Jiló da boca. Assim a maldade humana diminuiria.
    Eu só quero chocolateeeeeee!

    abçao amigo
    boa noite

  • Denize

    Oi Herval, ver uma criança comendo chocolate desse jeito maravilhoso mostra como “desaprendemos” a saborear a vida, né? E depois não sabemos porque a amargura nos pega… Tantas alegrias disponíveis o tempo todo e talvez por medo de viver plenamente, escolhemos o tédio. Um imenso desperdício.

    Adoro chocolate também. Qualquer dia vou fazer igual ao teu filho. Fiquei observando para me lembrar: tem um pequeno momento de “concentração”, a “apreciação do chocolate” e depois a alegria estampada num sorriso largo de pura felicidade!

    Maravilhoso!

    Bjs

    • Herval

      Denize, minha querida e doce amiga,

      Ler seus comentários se assemelha a sensação que tenho, e o meu filho teve, de saborear um bom chocolate. Minha família estava em férias e hoje retornou. Vi essas fotos agora à noite e deu-me uma sensação tão boa….voltei no tempo e lembrei-me de que um dia fiz exatamente igual a ele: lambuzei-me e aproveitei!

      Pensei, nesse post, em dizer às pessoas que aproveitem a vida e façam como o meu filho que sequer sabe que um dia sentirá saudades desses tempos de inocência.

      Grande beijo,
      Herval

  • Sérgio

    Pra mim a vida tem vários sabores. Todos doces.
    Os sabores amargos guardo na lembrança para não experimentá-los novamente ou saber o gosto quando inevitáveis senti-los.

    Um forte abraço!

    *Aperta a buchecha do teu filho por mim. rs*

  • Vitor

    Caro amigo Herval
    me recordei dos sabores de minha infância, correndo pelo sítio, “pegando” fruta em árvores, correndo com cachorro e me sujando todo de terra, ainda bem que sempre tinha um “corguinho” por perto.
    Bons tempos aqueles de pureza e felicidade inocente da vida, onde a preocupação era o que iria fazer no dia seguinte.
    Caro amigo com o passar do tempo vamos perdendo a inocência e com isso vamos estragando nossa vida, trocando os prazeres por problemas.
    Excelente post,
    abraços,
    Vitor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.