primeiro

Baiano não nasce: Estreia! (crônica)

Eis-me aqui, seduzido pelas facilidades da comunicação pela internet, que nos confere um poder equivalente à omnipresença ou onipresença – guardando-se as devidas distâncias do poder divino, evidentemente.
Escolhi esse título para o meu blog para deixar claro a todos que realmente me encontro aqui de passagem. Começando pela minha presença nesse mundo, que termina sabe-se lá quando, porque se soubesse quando isso iria realmente acontecer, aproveitava melhor os meus dias, não é mesmo? Pra começar, talvez não escrevesse esse blog – se entendesse que é uma perda de tempo. Contudo, ficaria um tanto quanto frustado se não o fizesse. Afinal, estou aqui de passagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.